Rafiado

Envie notícias, campanhas,
vagas de emprego e sugestões.

Fechar

Para divulgar sua empresa,
produto, serviço ou evento, solicite nosso midia kit.

Fechar
Sobre

Criado em 2008 por Kenzo Kimura, o Rafiado é um blog que fala exclusivamente sobre Publicidade e Propaganda do Ceará. Notícias do mercado, campanhas de agências locais, entrevistas com profissionais, vagas de emprego, portfólios, dicas de eventos e mais um monte de coisa massa.


Com o passar dos anos, o Rafiado se tornou um dos principais veículos de comunicação no segmento. Além de ser referência no Ceará e no Brasil, é também ponto de encontro de profissionais do país inteiro, professores, estudantes e simpatizantes de uma boa ideia.


Kenzo Kimura:

#publicitario #redator #rubronegro

Nasci em Minhas Gerais, cresci no Rio de Janeiro e amei o Ceará.
Criei o Rafiado ainda na faculdade. Hoje é ele que me cria.

Fechar
5 Comentários
- Não gostei desse anúncio. Essa ideia não tem nada a ver. O título está ruim e a arte um lixo. Façam outro e me mostrem daqui a 10 minutos.
- Errr… desde quando Atendimento é Diretor de Criação?


por Kenzo Kimura




5 Comentários
1 Comentário
- Puta que pariu! Só me dão job chato. Só faço flyer, convite, banner, release…
- Calma, cara. O começo é assim mesmo. Com o tempo você vai ganhando seu espaço e pegando jobs melhores. Todo mundo passa por isso. Você não é o único e nem vai ser o último.
- Vem cá. Quem disse que eu tava falando contigo?


por Kenzo Kimura




1 Comentário
9 Comentários
É muito comum vermos por aí belíssimas peças, com ótimos layout, disposição de elementos, estudo de cores e o escambal, mas sem nenhuma mensagem interessante.

Chamo-os de Anúncios Ricamente Vazios. São anúncios que dizem muito, mas não dizem nada. Peças criadas mais pra portfólio do que, propriamente, para o consumidor.

Já ouvi muita gente dizer que ninguém tem mais saco para ler textos grandes. Por isso, os títulos estão cada vez mais curtos e os textos viraram praticamente assinaturas.

Na boa: Todo mundo tem saco pra ler bons textos. Todo mundo tem tempo pra ler algo que lhe interessa. Mas, é cada vez mais difícil encontrarmos anúncios com texto corrido. É o famoso “Tem, mas tá faltando”.

Então, para relembrar bons momentos, resgatei uma peça criada pelo redator Thelmir Sarben para o Dia Universal da Alfabetização. Feita para o jornal O Povo, o anúncio foi lançado no período das eleições, o que serviu de gancho para a idéia. Dá uma lida aí.

Um texto longo para o Dia Universal da Alfabetização. Mais crítico impossível.


por Kenzo Kimura




9 Comentários
Comente
- Mamãe, o papai não vem jantar?
- Não, querido, o papai vai ficar até mais tarde na agência.
- Mas de novo, mamãe?
- É, filho, o papai é um trabalhador esforçado que procura sempre dar o melhor de si. Está sempre a disposição para contribuir com o crescimento da agência. O papai é muito bom no que faz, sabia?
- Hum… se ele fosse tão bom assim, não precisaria trabalhar até tarde todos os dias.


por Kenzo Kimura




Comente
5 Comentários
Há quem diga que uma imagem vale mais do que mil palavras. Essa charge do Clayton para o jornal O Povo reflete bem isso.

Qualquer relação entre a crise econômica mundial e a propaganda é mera realidade.


por Kenzo Kimura




5 Comentários
Comente
- Ei, maxo, a atendimento fez o job pra ti?
- Não. Mas fez um blowjob.


por Kenzo Kimura




Comente
5 Comentários
Depois do GP Verdes Mares de Propaganda, virou rotina por aqui todas as segundas-feiras uma materia sobre alguma agência. E hoje foi a vez da SLA dar o ar da graça no Diário do Nordeste.
É impressão minha ou as três primeiras pessoas da direita foram colocadas depois?


por Kenzo Kimura




5 Comentários
6 Comentários
- Amor, a gente precisa conversar. Não aguento mais a rotina do seu trabalho. Você não tem mais tempo pra mim. É só trabalho, trabalho, trabalho e mais trabalho. Além de chegar em casa todos os dias só 10 horas da noite, ainda vive stressado. Assim não dá…
- Vixe, amor, ainda bem que você me lembrou. A agência está participando de uma licitação, daí esta semana vô ter que virar a noite por lá.


por Kenzo Kimura




6 Comentários
11 Comentários
Em um mercado ultra-megra-hiper-master-blaster pequeno como o cearense, cuidar bem dos clientes é mais do que necessário. É obrigação.

“Quem ama, cuida”. Essa expressão emo serve como um aviso para as agências que visam relações duradouras com seus clientes. No entanto, são poucas as que, de fato, se fazem presentes e procuram, a cada dia, estreitar os laços com quem paga as contas no fim do mês.

Pensando nisso, no começo de abril, mais precisamente no dia 2, a 3|3|3 Propaganda fez um anúncio comemorativo pelo aniversário de um dos seus maiores clientes, o Shopping Iguatemi.

Com a redação do Márcio Chaves e direção de arte do Tavinho – flamenguista de mão cheia – a peça procurou mostrar o quão intrínseca é a relação entre agência e cliente.



por Kenzo Kimura




11 Comentários
5 Comentários

Hoje, o jornal O Povo publicou uma matéria sobre o Twitter. Então, como há muito tempo queria escrever sobre isso, caiu como uma luva. Para ler a matéria, clique aqui.

***

Sobre o Twitter muito se fala, mas pouco se conhece. Já ouvi gente falando tanta bobagem que nem me dou mais o trabalho de discutir. E errado você que pensa que quem fala isso são pessoas, digamos, ordinárias. Diretor de arte, redator, diretor de criação, dono de agência, mídia, atendimento, enfim, já ouvi isso da boca de muita cabeça chata. E, pelo visto, burra.

Há quem pense que o Twitter é uma espécie de microblog feito para suprir a ausência de amigos no mundo real. Não sei se eu rio ou se choro. Até fizeram uns videozinhos brincando com isso: o Maravilhoso Mundo do Twitter e o Flutter, “novo Twitter”.

Tudo bem. Confesso que eu também ri bastante. Mas aquele negócio, “toda brincadeira tem um fundo de verdade”. E, para muitos, esse buraco é bem mais embaixo.

Mas nós comunicadores não podemos esquecer de que uma rede social é como uma arma: um revólver pode ser usado para disparar contra um bandido ou contra um inocente. Cabe ao usuário escolher.

Para quem sabe usar, para um publicitário sério, para um bom comunicador ou até mesmo para uma pessoa comum, o Twitter é uma mão na roda. Costumo dizer que o Twitter é um “Google inteligente”. Porque assim que abrimos, dezenas, centenas, milhares (dependendo do seu número de followers) de informações e conteúdos sobre temas do seu gosto aparecem na sua tela sem que você precise se dar o trabalho de procurar. E, mesmo se quiser procurar algo específico, é facilmente encontrado e, o melhor, rapidamente respondido.

Realmente tem muita gente que usa essa rede social para postar asneiras, comentários sem noção e detalhes do seu cotidiano que, convenhamos, ninguém merece ouvir. “Acabei de acordar”, “Hoje comi arroz e feijão”, “Estou na fila do banco”, “Que fome!”. Ainda bem que, diferente da vida real, em milésimos de segundo podemos nos livrar desses malas. Basta um click e você vive sua vida normalmente, sem ninguém tomar seu tempo com bobagens.

Resumindo: fácil navegação, fácil usabilidade, vasto conteúdo, contato direto e imediato com profissionais de todo o mundo. Parece sonho, mas não é.

É o Twitter.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


por Kenzo Kimura




5 Comentários
Página 117 de 148 « Primeira...102030...115116117118119...130140...Última »
A cabeça é chata, a propaganda, não.
Real Time Web Analytics