Rafiado

Envie notícias, campanhas,
vagas de emprego e sugestões.

Fechar

Para divulgar sua empresa,
produto, serviço ou evento, solicite nosso midia kit.

Fechar
Sobre

Criado em 2008 por Kenzo Kimura, o Rafiado é um blog que fala exclusivamente sobre Publicidade e Propaganda do Ceará. Notícias do mercado, campanhas de agências locais, entrevistas com profissionais, vagas de emprego, portfólios, dicas de eventos e mais um monte de coisa massa.


Com o passar dos anos, o Rafiado se tornou um dos principais veículos de comunicação no segmento. Além de ser referência no Ceará e no Brasil, é também ponto de encontro de profissionais do país inteiro, professores, estudantes e simpatizantes de uma boa ideia.


Kenzo Kimura:

#publicitario #redator #rubronegro

Nasci em Minhas Gerais, cresci no Rio de Janeiro e amei o Ceará.
Criei o Rafiado ainda na faculdade. Hoje é ele que me cria.

Fechar
7 Comentários
De 11(hoje) a 13 de maio, acontece no Rio de Janeiro a segunda edição do Wave Festival, evento realizado pelo Grupo M&M para premiar o melhor da publicidade na América Latina.

E é com um puta orgulho que comunico a vocês que a Centésimo Primeiro Macaco irá representar o Ceará, na categoria Campanha Interativa.


A campanha “O homem perfeito 2009″ foi criada para a Athos e, inclusive, postada aqui no primeiro Entre Rafis, com o diretor de arte Sílvio César.

Boa sorte ao Andrey Ohama e aos outros 100 Macacos por esta grande indicação, que independente de vencedora ou não, é uma honra e um orgulho enorme para todos nós da Terra da Luz. Além de colocar o estado no mapa das grandes agências não só do Ceará e do Brasil, como também da América Latina, fazendo coro com o slogan do Rafiado e comprovando que “a nossa cabeça é chata, a propaganda não”.

***
Agradecimento especial ao corinthiano sofredor, Túlio Pinheiro, pela indicação da notícia.

***

UPDATE
É, saiu o resultado e não foi desta vez, mas nada que apague o brilho da indicação. Parabéns, 101!


por Kenzo Kimura




7 Comentários
5 Comentários
Olha o Dia das Mães aí, gente! (Neguinho da Beija-Flor MODE OFF). As agências da terrinha não marcaram bobeira e engatilharam uma carrada de anúncios para essa que é uma das datas mais rentáveis ao comércio. Infelizmente, nesse caso, quantidade não é qualidade.

Muitas peças mais ou menos (mais pra menos) marcaram presença nos principais jornais da Terra da Luz. E palmas para o jornal O Povo que, novamente, fez uma capa comemorativa, mudando a diagramação da página principal.

Bora deixar de blábláblá e ver logo as peças, né? Arrocha!

Capa O Povo


SBA

Slogan

SG Propag
Promosell
Ponto Inicial

Bolero
Advance

Acesso Comunicação

3|3|3 Propaganda



por Kenzo Kimura




5 Comentários
7 Comentários
Miniiiiinooo, óia que arrumação pai d’égua! Nesta sexta-feira, a capa do jornal O Povo está um brio só. Uma “homenagem” (bota aspas nisso) mais do que oportuna para as intensas chuvas que insistem em castigar a nossa cidade e o nosso povo.

Quem puder ajudar doando colchonetes, roupas, comidas, enfim – qualquer contribuição é bem-vinda – procure o posto de arrecadação mais perto da sua casa e dá uma ajuda aos cabeças-chatas.

Não custa nada lembrar que há pouco tempo, as enchentes de Santa Catarina mobilizaram o Brasil inteiro, inclusive o Ceará, que enviou toneladas que doações. Então, vamos mostrar que o nosso espeto é de ferro.



por Kenzo Kimura




7 Comentários
Comente
O seu chefe anda perturbando seu juízo? O diretor de criação odeia suas ideias? Sua agência só tem clientes pebas? Sua dupla de criação é vascaína? Seus problemas acabaram!

Para você quer respirar novos ares ou para você que ainda está à procura de um lugar ao sol no mundo cruel da propaganda, a Acesso Comunicação está em fase de seleção de novos profissionais. Dá uma olhada na vagas e envie seu portfólio e/ou currículo para rh@acessocomunicacao.com

A agência tem clientes como: Prefeitura de Fortaleza, Indaiá, Minalba, Carrefour, Ibyte, Nacional Gás, Cascaju, Esmaltec e outros, muitos outros. Segue abaixo a campanha dessa seleção.




Boa sorte!



por Kenzo Kimura




Comente
14 Comentários
Recentemente, Governo do Estado do Ceará e parceiros abriram votação para o povo cearense escolher uma marca que represente o nosso estado. Tarefa nada fácil.

Foram selecionadas quatro finalistas. Infelizmente não sei os nomes das agências que criaram. Ainda bem que tenho você aqui pra me ajudar a descobrir.

Não amei nenhuma, mas meu voto vai para a primeira da esquerda.



por Kenzo Kimura




14 Comentários
16 Comentários
A folga acabou e a rotina voltou. Depois de três dias recarregando as baterias, nada melhor do que informações fresquinhas, recém tiradas do pé, não é mesmo? Portanto, com vocês: o Entre Rafis do mês de maio.

Depois de passear pela sala da criação, neste mês o Rafiado deu um pulo em outro setor importantíssimo dentro de uma agência de propaganda. De lá, saem todas as peças para os meios de comunicação: a Arte Final.

E, para falar um pouco sobre o universo da Arte Final, bati um papo com uma figura cujo talento e simpatia são tão grandes quanto sua barriga (Brincadeira). Sem mais delongas, abram alas para o arte finalista, Leandro Fiuza.

Para você conhecer e reconhecer alguns dos trabalhos do Leandro, ao final de cada pergunta tem uma peça feita por ele em agências de propaganda e trabalhos freelancers, mostrando o antes e o depois de cada uma.

***
Quem é Leandro Fiuza?

Leandro Fiuza é um cara gente boa… Brincadeira. Nasci em Fortaleza e logo na infância me apaixonei por publicidade e propaganda. Acompanho meu pai desde pequeno e sempre achei muito interessante a forma como as coisas aconteciam nas agências. Mesmo quando ainda nem existiam computadores, por meu pai – o diretor de arte Moésio Fiuza – sempre ter trabalhado na área, eu já me metia nesse mundo de fotografias, tratamentos de imagens, diagramação, etc. Comecei com 16 anos auxiliando os arte-finalistas em diagramação e tratamento de imagens onde tive a sorte de trabalhar com um grande profissional chamado Joevan Pinheiro que, dentre os que conheço, é um dos melhores. Trabalhei em 3 agências até hoje: Slogan, Ágil e atualmente na 333 Propaganda. Procuro fazer meu trabalho da melhor forma possível, sempre extraindo o máximo de qualidade que os softwares de edição de imagem e diagramação oferecem para que o resultado final seja o mais satisfatório possível.


***

1- O que ou quem te levou a traçar o caminho da arte final?
A pessoa que mais me influenciou para esse caminho foi meu pai — a quem devo tudo que sou hoje —, por ser, além de um excelente profissional, uma figura encantadora que todos gostam e por ajudar as pessoas da melhor forma possível. Eu sempre me espelhei nele, pois o tenho como a melhor pessoa do mundo. Então, nada mais esperado do que seguir sua trajetória profissional, e graças a Deus tive ele para mostrar os melhores caminhos – o que eu devia ou não fazer – e por ter feito o melhor por mim. Sem ele eu não seria nada. E, como eu já falei, outra pessoa para quem eu tiro o chapéu e que me ajudou a traçar esse caminho chama-se Joevan Pinheiro. Joevan começou trabalhando com meu pai ainda na época da prancheta onde tudo era feito à mão, sem auxílio de computadores, canetas ópticas e etc. Quando os computadores chegaram, adaptou-se facilmente e hoje é um profissional exemplar. Outro fator, não menos importante, que me manteve nesse caminho foi a paixão que despertei por tratamento e manipulação de imagens.


2- Como foi trabalhar com o seu pai, Moésio Fiuza, na Slogan?

Foi a melhor coisa que pôde me acontecer, lá aprendi a trabalhar de forma correta e a separar bem o profissional do pessoal, sempre sendo cobrado por trabalhos bem feitos e bem acabados, não importando ser ou não seu filho. Meu pai me ensinou muita técnica de iluminação, luz e sombras, pois como ele trabalhou desde a época que ainda não existiam computadores, adquiriu muita noção de luz e desenho e, graças a Deus, tive a oportunidade de trabalhar com ele, o que fez toda a diferença na min
ha carreira. Trabalhar com ele foi essencial para o meu crescimento profissional.


3- Como você se mantém atualizado na sua profissão?

Sempre procuro atualização na internet, compro revistas e livros lançados recentemente sobre Photoshop, Illustrator, fechamento de arquivos, converso muito com profissionais de gráficas e profissionais de pré-impressão para trocar idéias sobre saída de impressão, perfis de cor, etc. Anualmente, sempre que possível, vou à São Paulo para uma conferência que é um banho de atualização, o Photoshop Conference. Qualquer forma de atualização no que diz respeito a softwares e periféricos é muito bem-vinda.


4- Como é construir carreira de arte finalista no Ceará?
Não é nada fácil por não haver cursos específicos de arte-final. Onde se aprende de verdade é dentro das agências. O grande problema disso é que as coisas acontecem
muito rápido e não se tem tempo para ter um estagiário de arte-final, que possa aprender como se trabalha de verdade, como se libera arquivos corretos e seguros para impressão, etc. Outro problema é que arte-final é um trabalho muito complexo, onde tudo tem que sair perfeito e sem erros, pois o que sai da arte-final é o que vai ser impresso. Um simples folder no formato A3 aberto, se liberado para a gráfica, seja ela rápida ou convencional (off set), pode botar a perder milhões de impressos. Por isso, as agências têm que ter profissionais de arte-final capacitados para que a finalização e liberação de arquivos seja perfeita, eliminando qualquer possibilidade de erros. Essa é a maior dificuldade para um arte-finalista construir uma carreira e isso fecha cada vez mais o mercado para possíveis profissionais, mesmo capacitados.


5- Fortaleza atende às expectativas de um arte finalista ou ainda ex
iste aquela necessidade de trabalhar em outro estado ou país?
Sim, Fortaleza atende às expectativas. O grande problema é que os clientes não querem pagar produção, fazendo com que muitas vezes não se tenham imagens de qualidade para trabalhar. A necessidade que um arte-finalista sente em ir para outro estado ou país vem daí. Em São Paulo, por exemplo, se produzem fotos fantásticas, tendo em vista que os clientes investem de verdade em produções fotográficas tornando o trabalho do arte-finalista muito mais rico e perfeito. Arte-finalista aqui no Ceará faz tudo: diagramação, correções de texto, vetorização, tratamento de imagens e fechamento de arquivos profissionais. Novamente, em São Paulo (cito São Paulo por ser referência no mercado publicitário brasileiro), por exemplo, funciona diferente: ARTE-FINALISTA faz diagramação, correções de texto, vetorizações e fechamento de arquivos. O RETOCADOR faz um trabalho que é chamado de SISTEMA, que é o trabalho específico de tratamento e manipulação de imagens.


6- Você dá pitaco em direção de arte?

Sempre que possível, sim. O bom arte-finalista sempre dá pitaco em direção de arte. Mas o pitaco é em relação a iluminação de ambientes, ambientação de imagens, textos que não dão leitura, forma como textos e elementos visuais são distribuídos, anúncios muito escuros que, por experiência, nós artes-finalistas sabemos que não ficarão legais no jornal. Tive sorte, até hoje, de trabalhar com diretores de arte legais onde eles mesmo aprovam esse olho clínico que nós temos. É comum o diretor de arte ficar tão envolvido no trabalho que não consegue ver que uma luz a mais ou a menos vai deixar o layout muito mais bonito ou glamouroso, que um texto pode até estar lindo na tela, mas não funcionará quando for impresso. O arte-finalista também tem que estar ligado para qual público-alvo será direcionado o trabalho que está sendo finalizado, pois, em uma peça direcionada à pessoas da terceira idade, por exemplo, não se deve usar fontes muito pequenas e de tipias muito fina. Na hora do tratamento temos que ter senso estético para o tipo de imagem determinado. Por exemplo, se for tratar uma imagem de comida e o diretor de arte fez um layout com tons frios, deve-se dizer que aquela comida, se for o caso, ficaria melhor em tons quentes puxando para o amarelo e vermelho — que aguçam a “fome” do receptor. Mas isso tudo deve ser conversado com o diretor de arte, não devendo nunca fazer qualquer alteração no layout ou tonalidade por conta própria sem avisá-lo. Tudo que for para melhorar a peça publicitária há de ser conversado com o diretor de arte para ver se a alteração pode ser feita ou não.


7– São qualidades essenciais de um arte finalista…

O bom arte-finalista é aquele que tem senso estético apurado e enxerga sempre além do que é feito normalmente. Ele deve ser extremamente cuidadoso e atencioso em todos os pontos do trabalho: diagramação de textos, controle de viúvas em textos, alinhamentos perfeitos e coerentes, sombras corretas e coerentes, imagens bem tratadas, etc.


8- O Ceará está bem servido de artes-finalistas?

Acho que sim. No Ceará temos artes-finalistas para todos os gostos. Tem gente que se dá melhor com arte-final na diagramação, outros com tratamento de imagem, e tem aqueles que fazem tudo muito bem. Aqui nós temos profissionais muito bons, sim.



9- Essa pergunta está em todos os Entre Rafis: como você vê a propaganda cearense daqui a 10 anos?
Bem, eu gosto de pensar que daqui a 10 anos a propaganda cearense estará bem melhor do que hoje. Espero que, o quanto antes, nossa propaganda esteja melhor produzida, com campanhas mais criativas, imagens cada vez melhores (se avançar de acordo com a velocidade da tecnologia, está bom demais), clientes mais dispostos a investir em boas propagandas. Hoje ainda é muito limitado, pois sem investimentos não se têm boas produções, como fotografias e produção de VTs. Enfim, espero estarmos bem à frente de nossas expectativas.



***

Ponto final no Entre Rafis deste mês. Vejo vocês no próximo post.



por Kenzo Kimura




16 Comentários
Comente
Uns dizem que 1 de Maio é Dia do Trabalho. Outros dizem que é Dia do Trabalhador. Tanto faz. Contanto que eu não trabalhe está bom demais.

E como você já sabe, feriado é sinônimo de anúncios de oportunidade – prometo não repetir mais essa frase. Então, vou poupar o leriado e aproveitar a folguinha, afinal, também sou filho de Deus. Fiquem com as criações.


EBM NovoTempo

Verve
Acesso Comunicação

Advance


por Kenzo Kimura




Comente
Comente

– Ahhh… nem acredito que o chegou o Dia do Trabalho. Três dias para relaxar, pôr os pensamentos em dia, tomar aquela cervejinha gelada na praia, acordar sem o despertador, jogar um futebolzinho. Parece até sonho…
– E é! Acorda e termina logo esse job, homi!



por Kenzo Kimura




Comente
5 Comentários
Hoje, abri o jornal e me deparei com anúncios com saídas bem distintas para a mesma problemática: divulgar os resultados do ENEM.

Na verdade, dois vão prum lado e o último, feito pela Advance, vai pra outro.





por Kenzo Kimura




5 Comentários
4 Comentários

– Tenho um job pra você. Pode fazer agora?
– Posso.
– É um convite para um evento.
– Passo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


por Kenzo Kimura




4 Comentários
Página 117 de 149 « Primeira...102030...115116117118119...130140...Última »
A cabeça é chata, a propaganda, não.
Real Time Web Analytics